Bulas de Remédios

As bulas constantes no ER Clinic são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Laboratório

Medley

Apresentação

Sabonete medicinal: Cart. c/ uma unidade de 80 g.

Indicações

SALDERS é indicado para o tratamento da pitiríase versicolor (causada pela Malassezia furfur). Por sua atividade fungicida, anti-seborréica e queratolítica, constitui terapia adjuvante e eficaz no tratamento da acne vulgaris e seborréia.

Contra-indicações

O produto está contra-indicado a pessoas hipersensíveis ao ácido salicílico, ao enxofre ou a qualquer outro componente da formulação.

Advertências

O contato com os olhos, boca e outras membranas mucosas deve ser evitado, caso ocorra, enxagüe o local com bastante água. Para minimizar a absorção sistêmica decorrente da aplicação tópica do ácido salicílico, o produto não deve ser utilizado por períodos prolongados, em altas concentrações, em áreas extensas do corpo ou em áreas de pele ferida. Deve ser utilizado com precaução nas extremidades do corpo de pacientes diabéticos ou com comprometimento da circulação periférica.

Reações adversas / Efeitos colaterais

Os componentes ativos da formulação (ácido salicílico e enxofre) podem causar, em pessoas sensíveis e após o uso prolongado, dermatite, prurido ou erupções cutâneas. Esses sintomas tendem a desaparecer com a suspensão do tratamento.

Posologia

Aplicar em substituição ao sabonete comum, na face, couro cabeludo ou áreas afetadas, usando água morna e massageando sua espuma com a ponta dos dedos por alguns minutos. Enxaguar bem. Repetir a aplicação 2 a 3 vezes ao dia ou a critério médico.

Superdosagem

O ácido salicílico é rapidamente absorvido através da pele e excretado lentamente na urina. Sintomas de intoxicação sistêmica aguda por salicilatos têm sido relatados após aplicação excessiva em áreas extensas do corpo, podendo até mesmo ser fatais, principalmente em crianças.

Informações

A camada mais superficial da pele, compõe-se de células pavimentosas, constituindo uma densa rede feita de queratina e lipoproteínas. Certos fungos, particularmente dermatófitos, necessitam da queratina para seu desenvolvimento, preferindo alojar-se em áreas do estrato córneo que oferecem alto grau de hidratação e elevado pH. Um método eficiente para suprimir as micoses é a remoção do estrato córneo, processo denominado descamação, obtido através de dissolução da queratina pelas assim chamadas substâncias queratolíticas. Tanto o ácido salicílico quanto o enxofre são substâncias de reconhecida capacidade queratolítica. Além disso, ambas as substâncias exercem função antimicótica e bacteriostática, razão pela qual são amplamente usadas no tratamento tópico de várias afecções cutâneas, particularmente pitiríase versicolor, acne e dermatite seborréica, sendo, nesta última, de alta importância a sua ação removedora do acúmulo de lípides na superfície cutânea. Assim sendo, recomenda-se o uso do ácido salicílico e do enxofre elementar (precipitado ou sublimado) e, particularmente da combinação destas duas substâncias, no tratamento dessas afecções. O ácido salicílico provoca descamação através da solubilização do cemento intercelular que liga as escamas à camada córnea, tendo função queratolítica em várias doenças cutâneas associadas com hiperceratose (por exemplo: ictiose, dermatite seborréica, psoríase, dermatite eczematosa crônica, hiperceratose das palmas e solas, ceratose pilaris, verrugas, ceratose actínica, etc.). O enxofre deve ser convertido a ácido pentatiônico (H2S2O6) para exercer ação germicida. Supõe-se que certos microorganismos ou as próprias células epidérmicas efetuem a oxidação do enxofre a ácido pentatiônico quando aplicado sobre a pele. Apresenta também uma ação queratolítica.

as próprias células epidérmicas efetuem a oxidação do enxofre a ácido pentatiônico quando aplicado sobre a pele. Apresenta também uma ação queratolítica.