Bulas de Remédios

As bulas constantes no ER Clinic são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Laboratório

Cazi

Referência

Cimetidina

Apresentação

cx. c/ 40 e 500 compr. de 200 mg cx. c/ 6 amp. de 2ml/300 mg

Posologia

Via oral - Uso adulto: Úlcera duodenal: a dose recomendada no tratamento da úlcera duodenal ativa é de 800mg por dia, a qual pode ser administrada em dose única de 800mg à noite, ao deitar, ou em duas tomadas de 400mg, pela manhã e à noite, ao deitar. Em alguns casos pode ser necessária uma dose diária de até 1.600mg, tomada em doses divididas. Completa cicatrização ocorre, na maioria dos casos, em quatro semanas, enquanto que o alívio sintomático surge comumente dentro de poucos dias. Em reduzido número de pacientes, cujas úlceras não tenham cicatrizado em quatro semanas, isto geralmente é obtido quando o tratamento é mantido por mais duas ou quatro semanas. Após a remissão da úlcera, em pacientes com história de recorrência, recomenda-se a manutenção do tratamento com dose menor para impedir a recidiva. Dose de manutenção de 400mg à noite, ao deitar, tem-se revelado eficaz na prevenção da úlcera duodenal recidivante. A manutenção do tratamento depende do critério médico. Prometidine tem sido usado com segurança nestes pacientes, por períodos de até 5 anos. Úlcera gástrica benigna: A posologia usual para esta condição é de 400mg, pela manhã e de 400mg à noite, ao deitar (800mg/dia), ou então, 200mg, três vezes ao dia, às refeições e mais 400mg à noite, ao deitar (1g/dia). Alguns pacientes podem necessitar até 1.600mg/dia em doses divididas. Na maioria dos pacientes, cicatrização completa ocorre em quatro semanas; porém, o alívio da sintomatologia dolorosa ocorre mais rapidamente. Após a remissão do quadro ulceroso, o tratamento de manutenção com dose menor (400mg à noite, ao deitar) demonstrou reduzir significativamente as recidivas. Tais pacientes devem ser reavaliados com intervalos regulares. Esofagite péptica: O tratamento depende da gravidade do distúrbio. Nos casos leves e moderados a dose é de 400mg, duas vezes ao dia. A dose usual varia de 800 a 1.600mg/dia, divididos em duas ou quatro tomadas, às refeições e à noite, ao deitar, geralmente por períodos de até 12 semanas. Distúrbios patológicos de hipersecreção: O tratamento deve ser ajustado às necessidades individuais porém, a posologia inicial geralmente é de 200mg, três vezes ao dia, às refeições, e 400mg à noite, ao deitar (1.000mg/dia). Alguns pacientes podem precisar de doses maiores ou tomadas mais freqüentes. Tratamento bem sucedido com dose de até 2,4g/dia foi observado em alguns pacientes. Devido à cronicidade destas condições, o tratamento deve ser mantido conquanto houver indicação clínica. Pelo menos um paciente com síndrome de Zollinger-Ellison vem sendo seguramente tratado com Prometidine por aproximadamente seis anos. Via parenteral - adultos: Prometidine pode ser usado por via intramuscular ou endovenosa, quando necessário, nas seguintes condições: manuseio de pacientes sob alto risco de desenvolver hemorragia por úlcera péptica ou erosões do trato gastrintestinal superior. Uso intramuscular - adultos: A dose usual é de 300mg, podendo ser repetida a cada 6 ou 8 horas de intervalo. Uso endovenoso - adultos: Prometidine pode ser administrado por infusão endovenosa intermitente e contínua, ou pela simples injeção endovenosa. a. Infusão intermitente: 300mg são diluídos em 100ml de solução de dextrose a 5% (ou outra solução compatível) e infundidos durante um período nunca inferior a 30 minutos. A dose diária total não deve exceder a 8 infusões ou 2.400mg. b. Infusão contínua: 300mg em 100ml de cloreto de sódio a 0,9%. A infusão endovenosa contínua deve ter, normalmente, velocidade média que não exceda a 75mg/h durante as 24 horas, dose máxima para infusão. c. Injeção endovenosa simples: Se for necessária a aplicação endovenosa direta, Prometidine 300mg deve ser diluído em solução de cloreto de sódio a 0,9% (ou outra solução IV compatível) até o volume local de 20ml, para serem injetados lentamente na veia, por um período nunca inferior a 2 minutos. Esta dose pode ser repetida a cada 4 a 6 horas de intervalo. Este método de aplicação deve ser evitado em cardiopatas. Depois do controle da hemorragia, deve-se instruir o tratamento por via oral. A dose usual é de 800mg a 1.600mg/dia, em doses divididas. Ajuste posológico em pacientes com insuficiência prolongadamente renal: À semelhança dos demais antagonistas H2, a dose deve ser diminuída no paciente com insuficiência renal. Posologia em pacientes submetidos à diálise: Como ocorre com muitas outras drogas, os níveis sangüíneos ficam diminuídos com a hemodiálise. Portanto, em tais casos Prometidine deve ser administrado assim que termina a hemodiálise. Obs.: Dose total diária: por qualquer via de administração, ela não deve exceder normalmente 2.400mg. Crianças: Nos estudos clínicos, Prometidine foi bem tolerado pelas crianças, geralmente em doses de 20 a 40mg/kg/dia. Recomenda-se o seguinte esquema posológico: Recém-nascidos: 10 a 15mg/kg/dia, subdivididos em tomadas a cada 6 ou 8 horas. Menores de 1 ano: 20mg/kg/dia, igualmente divididos em tomadas a cada 6 ou 8 horas. Entre 1 e 12 anos: 20 a 50mg/kg/dia, também divididos em tomadas a cada 6 ou 8 horas.

ia, subdivididos em tomadas a cada 6 ou 8 horas. Menores de 1 ano: 20mg/kg/dia, igualmente divididos em tomadas a cada 6 ou 8 horas. Entre 1 e 12 anos: 20 a 50mg/kg/dia, também divididos em tomadas a cada 6 ou 8 horas.