Bulas de Remédios

As bulas constantes no ER Clinic são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Laboratório

Marjan

Apresentação

cáps. gelatinosas: cx. c/ 20 cáps.

Indicações

Tamaril está indicado em todos os processos de obstipação decorrentes de dietas alimentares inadequadas e naquelas originadas por supressão crônica do reflexo de defecação. Desta forma são beneficiados com o uso a curto, médio e longo prazos todos os pacientes: idosos que ingerem dietas pobres em resíduos e possuem uma parede muscular deficiente para completar o reflexo de defecação; aqueles que apresentam obstipação por mudanças bruscas do padrão alimentar (viagens, dietas, internações); portadores de patologias anorretais que necessitam manter uma consistência fecal amolecida permanentemente (hemorróidas, fissura anal); pacientes submetidos a imobilização no leito por períodos prolongados (AVC, fraturas, pós-operatórios), convalescenças de doenças crônicas e caquetismo; crianças com distúrbios comportamentais e somatização para a área intestinal (encoprese, megacólon psicogênico, erros alimentares); pacientes que durante a gestação ou no período menstrual apresentam quadros obstipantes.

Contra-indicações

Tamaril está contra-indicado: na presença de dores abdominais de etiologia desconhecida; nos casos de suspeita de oclusão e suboclusão intestinais; nos processos inflamatórios abdominais como apendicite, peritonite, cistite e endometrite.

Advertências

Não há relatos até o momento.

Uso na gravidez

Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando.

Interações medicamentosas

Os senosídeos em uso prolongado e em altas doses provocam perda de potássio. Por isto Tamaril deve ser usado com cautela conjuntamente com digitálicos e antiarrítmicos. Indometacina pode diminuir o efeito. A absorção de estrógeno diminui com o uso. O uso concomitante com outras substâncias de natureza laxante só pode ser feito sob orientação médica. A ingestão de uma dieta rica em fibras (verduras, frutas, legumes verdes, germe de trigo, etc) e a realização de exercícios que fortaleçam a parede abdominal podem ser úteis à ação. Efeitos colaterais Nas doses recomendadas, Tamaril raramente produz cólicas e diarréias. Entretanto, pacientes mais sensíveis à medicação podem eventualmente apresentar estas manifestações. No caso de aparecimento destes sintomas, a dose deve ser reajustada e adaptada ao paciente de forma individual.

Reações adversas / Efeitos colaterais

Nas doses recomendadas Tamaril raramente produz cólicas e diarréias, entretanto, pacientes mais sensíveis à medicação podem eventualmente apresentar estas manifestações. No caso de aparecimento destes sintomas, a dose deve ser reajustada e adaptada ao paciente de forma individual.

Posologia

Cápsulas: Crianças acima de 8 anos: 1 cápsula à noite. Adultos: 1 a 2 cápsulas à noite.

Superdosagem

A ingestão de doses excessivas pode desencadear cólicas abdominais, vômitos e diarréias. Somente doses muito elevadas, equivalentes a 8 - 12 g de Sene, podem acarretar quadros de desidratação se não houver uma reposição de líquido adequada.

Características farmacológicas

Ação farmacológica Seus diversos componentes são dosados de forma equilibrada para a ação laxativa. Senna alexandrina Mill (sene) Parte utilizada da planta: folhas Tem como elementos ativos o ácido catártico, a aleomondina e os senosídeos A e B. Estes atuam no intestino grosso umidificando as fezes e promovendo um efeito laxativo com uma latência de 5 a 7 horas. Atuam sobre o Plexo de Auerbach aumentando os movimentos peristálticos e facilitando o processo de defecação. Extrato seco de Tamarindus indica L. (tamarindo) Parte utilizada da planta: fruto Apresenta princípios ativos de natureza ácida (Ácido tartárico, Ácido málico, Ácido oxálico) que atuam também como laxativos. Extrato seco de Coriandrum sativum L. (coentro) Parte utilizada da planta: fruto Tem ação antiespasmódica. Extrato seco de Cassia fistula L. Parte utilizada da planta: fruto Também tem ação laxativa e há dados sugerindo sua eficiência na prevenção de cálculos renais. Extrato seco de Periandra mediterranea Taub. (alcaçuz) Parte utilizada da planta: raiz Tem ação laxativa e diurética. Todos esses componentes ativos como laxantes estão reunidos em concentrações relativamente baixas e que, isoladamente, não seriam capazes de produzir os efeitos laxativos, mas a somatória da ação dos mesmos produzem os efeitos desejados.

Resultados de eficácia

Regularizar a função intestinal.

Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

Tamaril é bem tolerado, devendo ser iniciado com metade da dose usual para adultos e observadas as precauções, interações medicamentosas e contraindicações comuns ao produto.

Armazenagem

O medicamento deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e da umidade.

Informações

Ação esperada do medicamento Regularizar a função intestinal. Cuidados de armazenamento O medicamento deve ser conservado em temperatura ambiente (entre 15°C e 30°C), protegido da luz e da umidade. Prazo de validade 24 meses após a data de fabricação. Não use medicamentos com o prazo de validade vencido. Gravidez e lactação Informe ao seu médico a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após o seu término. Informar ao médico se está amamentando. Cuidados de administração Tamaril está indicado como reeducador intestinal. Embora seus efeitos se manifestem logo após o início do tratamento, alguns pacientes mais crônicos podem demorar alguns dias para que o efeito laxativo comece a ocorrer. Siga a orientação médica, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento. Interrupção do tratamento Não interrompa o tratamento sem o conhecimento do seu médico. Tamaril deve ser utilizado diariamente. Sua suspensão deverá ser gradual, devendo-se optar por doses em dias alternados de uma ou duas vezes por semana até excluí-lo. Reações adversas Informe ao médico o aparecimento de reações desagradáveis, tais como cólicas, diarréia ou vômitos. TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS. Ingestão concomitante com outras substâncias Os senosídeos em uso prolongado e em altas doses provocam perda de potássio. Por isto Tamaril deve ser usado com cautela conjuntamente com digitálicos e antiarrítmicos. Indometacina pode diminuir o efeito. A absorção de estrógeno diminui com o uso. O uso concomitante com outras substâncias de natureza laxante só pode ser feito sob orientação médica. A ingestão de uma dieta rica em fibras (verduras, frutas, legumes verdes, germe de trigo, etc) e a realização de exercícios que fortaleçam a parede abdominal podem ser úteis à ação. Contra-indicações e precauções Tamaril está contra-indicado: - nos casos de alergia a qualquer um de seus componentes; - na presença de dores abdominais de causa desconhecida; - nos casos de suspeita de oclusão e suboclusão intestinal; - nos processos inflamatórios abdominais como apendicite, peritonite, cistite e endometrite. Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento. NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE.

cações e precauções Tamaril está contra-indicado: - nos casos de alergia a qualquer um de seus componentes; - na presença de dores abdominais de causa desconhecida; - nos casos de suspeita de oclusão e suboclusão intestinal; - nos processos inflamatórios abdominais como apendicite, peritonite, cistite e endometrite. Informe ao seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início ou durante o tratamento. NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE.