Bulas de Remédios

As bulas constantes no ER Clinic são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Laboratório

Boehringer

Referência

Sulfametoxazol e Trimetoprima

Apresentação

compr.: emb. c/ 20 comp. (80+400). Susp.: fr. c/ 50 e 120 ml. (80+400 em 10ml)

Contra-indicações

Casos de afecções graves do parênquima hepático, discrasias sangüíneas e insuficiência renal grave, quando não se pode determinar regularmente a concentração plasmática do medicamento. Hipersensibilidade a sulfas, trimetoprima ou a qualquer outro componente das fórmulas; gravidez e lactação. Recomenda-se não administrar o produto a prematuros e recém-nascidos durante as seis primeiras semanas de vida.

Reações adversas / Efeitos colaterais

Na posologia recomendada, Infectrin é bem tolerado. As reações adversas mais comuns que podem ocorrer são náuseas, vômitos, estomatites, diarréia e erupções cutâneas reversíveis c/ a suspensão do tratamento. Raramente enterocolite pseudomembranosa, hepatite, comprometimento ou insuficiência renal e cristalúria. Em casos isolados, pancreatite aguda em pacientes extremamente fragilizados por doenças graves e aumento na incidência de reações adversas (p.ex. rash, febre, leucopenia e valores elevados de transaminase) no caso de pacientes portadores da síndrome da imunodeficiência adquirida (AIDS). Aumento da diurese em pacientes c/ edema de origem cardíaca. Podem ocorrer, como acontece c/ outras drogas, reações alérgicas em pacientes hipersensíveis aos componentes. Raramente se observaram febre e edema angioneurótico. Fotossensibilidade, eritema multiforme, síndrome de Stevens-Johnson e necrólise epidérmica tóxica (síndrome de Lyell) têm sido relacionadas, em alguns casos, à utilização. Alterações hematológicas reversíveis (p.ex. leucopenia, neutropenia, trombocitopenia e, raramente, anemias, agranulocitose, pancitopenia ou púrpura) também foram observadas. Sintomas raros, como tosse ou respiração ofegante, podem indicar alveolite alérgica ou eosinofílica, devido a infiltrações pulmonares. Se ocorrerem tais sintomas ou uma piora no estado do paciente, aconselha-se nova avaliação clínica e a suspensão da medicação, se o médico considerar necessário. Raros casos de meningite asséptica ou sintomas semelhantes à meningite têm sido descritos e muito raramente alucinações têm sido relacionadas ao uso.

Posologia

Recomenda-se tomar o medicamento após uma refeição e c/ bastante líquido, preferencialmente de manhã e à noite. Comprimidos Adultos e crianças c/ mais de 12 anos: dose máxima em infecções graves: 3 comp. a cada 12 horas. Dose-padrão: 2 comp. a cada 12 horas. Dose mínima: 1 comp. a cada 12 horas (no caso de tratamentos prolongados por mais de 15 dias). Crianças de 6 a 12 anos: 1 comp. a cada 12 horas. Suspensão Crianças de 6 a 12 anos: 1 copo-medida (10 ml) a cada 12 horas. Crianças de 6 meses a 5 anos: ½ copo-medida (5 ml) a cada 12 horas. Crianças de 6 semanas a 5 meses: ¼ copo-medida (2,5 ml) a cada 12 horas. Posologias especiais Tratamento da gonorréia: administrar 5 comp. pela manhã e 5 à noite, em um único dia de tratamento. Pneumonia por Pneumocystis carinii: recomendam-se até 20 mg/kg de trimetoprima e 100 mg/kg de sulfametoxazol nas 24 horas (doses iguais fracionadas a cada 6 horas), durante 14 dias. Pacientes c/ insuficiência renal: Clearance de creatinina Posologia recomendada Acima de 30 ml/min - Padrão 15 - 30 ml/min - Metade da posologia padrão Menos de 15 ml/min - Não é recomendado o uso

acientes c/ insuficiência renal: Clearance de creatinina Posologia recomendada Acima de 30 ml/min - Padrão 15 - 30 ml/min - Metade da posologia padrão Menos de 15 ml/min - Não é recomendado o uso de Infectrin