Bulas de Remédios

As bulas constantes no ER Clinic são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Laboratório

Pharmacia

Apresentação

compr. e Susp. inj. é apres., respectivamente, em caixas c/ 10 compr. de 500 mg de acetato de medroxiprogesterona ou caixas c/ 1 fr.-ampola c/ 2,5 ml de susp. inj. a 20%.

Indicações

Tratamento paliativo de tumores malignos hormônio-dependentes. Farlutal ad (acetato de medroxiprogesterona) tem sido usado com sucesso para produzir regressão no carcinoma da mama, do endométrio, da próstata e do rim. A terapia com Farlutal ad (acetato de medroxiprogesterona) tem se mostrado particularmente benéfica no câncer da mama e proporciona uma melhora subjetiva em pacientes em fase terminal, notadamente o alívio da dor e a melhora do performance status. Farlutal ad (acetato de medroxiprogesterona) pode ser utilizado em combinações com medicamentos citotóxicos.

Contra-indicações

Tromboflebite, distúrbios de natureza tromboembólica, insuficiência hepática grave, aborto retido, hipercalcemia em pacientes portadores de metástases ósseas, metrorragias de natureza não estabelecida, gravidez e hipersensibilidade ao fármaco.

Reações adversas / Efeitos colaterais

Como ocorre com outros progestágenos, foram observados casos de mastodinia, galactorréia, perdas sangüíneas vaginais, alterações do fluxo menstrual, amenorréia, edema, erosões cervicais, alterações das secreções vaginais, icterícia colestática, exantema com ou sem prurido e depressão psíquica. Pode ocorrer efeito corticóide-semelhante com face de lua cheia, síndrome de Cushing, variação do peso corpóreo e uma atividade do tipo adrenérgica, que pode se evidenciar com leves tremores das mãos, transpiração e câimbras nas panturrilhas à noite. A administração intramuscular de grandes volumes da suspensão pode causar lesões localizadas no local da injeção, tais como abscessos estéreis ou infiltrados inflamatórios.

Posologia

Suspensão injetável: a posologia geralmente varia, conforme a indicação, entre 1000 e 3000 mg por semana (fracionados em 2-3 administrações por injeções intramusculares profundas). No tratamento do câncer de mama são obtidos níveis plasmáticos adequados com a administração de uma dose total de 15 gramas no primeiro mês, que podem ser atingidos administrando 500 mg por dia durante 4 semanas ou 100 mg por dia durante 5 dias consecutivos em cada semana durante 3 semanas, seguindo-se uma dose de manutenção de 1000 mg por semana. Comprimidos: a posologia varia de 100 a 1000 mg por dia (as doses mais elevadas podem ser fracionadas em duas ou três administrações diárias). Normalmente as doses mais baixas são utilizadas no carcinoma do endométrio e as mais elevadas no carcinoma da mama em fase adiantada e com metástase. Farlutal ad (acetato de medroxiprogesterona) pode ser associado com outras modalidades de tratamento antineoplásico (quimioterapia, radioterapia).

Informações

O Farlutal ad , acetato de medroxiprogesterona (MAP), é um esteróide de síntese ativo por via oral e intramuscular, derivado da progesterona e produzido nos Laboratórios de Pesquisa da Pharmacia & Upjohn S.p.A.; possui a mesma estrutura da progesterona natural da qual difere pela presença de um metil em 6-alfa e do radical 17-OH esterificado. É provido de propriedade progestogênica e de ação antiestrogênica e antigonado-tropínica. Com doses adequadas, a ação do acetato de medroxiprogesterona se manifesta seja sobre o sistema endócrino seja sobre a atividade celular. A nova formulação dos comprimidos com acetato de medroxiprogesterona micronizado foi preparada visando aperfeiçoar a biodisponibilidade do medicamento.

a sobre a atividade celular. A nova formulação dos comprimidos com acetato de medroxiprogesterona micronizado foi preparada visando aperfeiçoar a biodisponibilidade do medicamento.