Bulas de Remédios

As bulas constantes no ER Clinic são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Laboratório

Hebron

Referência

Famotidina 20 e 40mg

Apresentação

compr. 20 ou 40 mg cx. c/ 10 ou 30 un.

Contra-indicações

- Hipersensibilidade a um dos componentes da fórmula; - Comprometimento das funções renal e hepática; - Gravidez

Advertências

Na amamentação, uma cuidadosa avaliação deve ser feita. Interromper o tratamento ou o aleitamento, levando-se em conta a importância da droga para a mãe. Não foi estabelecida a eficácia e a tolerabilidade da famotidina em crianças.

Uso na gravidez

Não deve ser utilizado durante a gravidez e a amamentação, exceto sob orientação médica. Informe ao seu médico se ocorrer gravidez ou iniciar amamentação durante o uso deste medicamento.

Interações medicamentosas

Altera a biodisponibilidade de medicamentos cuja absorção é pH dependente. Sua absorção é diminuída por antiácidos. Aumenta o risco de neutropenia, quando usado concomitantemente com depressores medulares. Reduz a absorção de cetoconazol.

Reações adversas / Efeitos colaterais

Reações ocasionais: diarréia, exantema, cefaléia, confusão, sonolência, diminuição da libido, discrasia sangüínea, hepatoxicidade e toxicidade renal. Reações raras: impotência, ginecomastia. Alterações em exames laboratoriais Inibe testes de secreção gástrica e testes epidérmicos com alérgenos. Pode aumentar as transaminases hepáticas.

Posologia

ADMINISTRAÇÃO POR VIA ORAL Úlcera duodenal. Terapia inicial: a dose recomendada é de 1 comprimido de 40mg/dia, ao deitar. A duração do tratamento é de 4 a 8 semanas, podendo ser abreviada se a endoscopia revelar que a úlcera foi curada. Na maioria dos casos de úlcera duodenal, a cura ocorre dentro de 4 semanas com este regime posológico. Nos casos em que a cura completa não se verifica após 4 semanas, o tratamento deve ser continuado por um período adicional de 4 semanas. Úlcera duodenal. Terapia de manutenção: para a prevenção da recorrência da ulceração duodenal, recomenda-se que a terapia com Famoxil seja mantida com 1 comprimido de 20mg/dia, ao deitar. Úlcera gástrica benigna: a dose recomendada é de 1 comprimido de 40mg/dia, ao deitar. A duração do tratamento é de 4 a 8 semanas, podendo ser abreviada se a endoscopia revelar que a úlcera foi curada. Síndrome de Zollinger-Ellison: pacientes sem terapia anti-secretória anterior devem ser tratados, inicialmente, com uma dose de 20mg a cada 6 horas. A posologia deve ser ajustada às necessidades individuais do paciente e deve ser mantida, enquanto houver indicação clínica. Doses de até 80mg/dia têm sido usadas, por até um ano, sem desenvolvimento de efeitos adversos significativos ou taquifilaxia. Os pacientes que estavam recebendo outro antagonista H2 podem passar diretamente para o uso com uma dose inicial mais alta do que aquela recomendada para casos novos, esta dose inicial dependerá da gravidade da condição e da última dose do antagonista H2, previamente utilizada. Ajuste posológico para pacientes com insuficiência renal grave: nestes pacientes (depuração da creatinina abaixo de 10mL/min) a dose deve ser reduzida para 20mg, ao deitar.

Superdosagem

Em caso de superdosagem, procurar imediatamente orientação médica.

cientes com insuficiência renal grave: nestes pacientes (depuração da creatinina abaixo de 10mL/min) a dose de Famoxil deve ser reduzida para 20mg, ao deitar.

Superdosagem

Em caso de superdosagem, procurar imediatamente orientação médica.