Bulas de Remédios

As bulas constantes no ER Clinic são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Laboratório

Novartis

Apresentação

compr.: emb. c/ 1 e 4 compr. de 40 mg.

Indicações

Tratamento da disfunção erétil leve a moderada em homens.

Contra-indicações

Regitina é contra-indicado para pacientes com hipersensibilidade à fentolamina ou a qualquer componente da formulação, como também para pacientes com histórico de úlcera péptica, já que Regitina pode estimular a secreção ácida gástrica. Regitina é contra-indicado em pacientes com doença coronariana. Para os pacientes tratados anteriormente com alfa-bloqueadores observa-se diminuição máxima da pressão arterial e aumento correspondente da freqüência cardíaca, em um período de até 4 a 5 horas após a administração de fentolamina. Esses eventos podem predispor tais pacientes a desenvolver hipotensão postural ou síncope grave, após várias horas da administração do medicamento.

Reações adversas / Efeitos colaterais

A principal reação adversa é hipotensão, mas podem ocorrer outras reações em decorrência da estimulação cardíaca, assim como taquicardia, arritmias cardíacas e eventos isquêmicos. A estimulação gastrintestinal pode causar dor abdominal, náusea e exacerbação de úlcera péptica. Os resultados dos estudos clínicos realizados demonstraram que o mesilato de fentolamina é bem tolerado. As reações adversas observadas em menos de 2% dos pacientes estudados incluem: congestão nasal, rinorréia, palpitação, arritmias cardíacas, taquicardia, hipotensão, cefaléia, dispnéia, conjuntivite, insônia, dor e edema peniano e depressão.

Posologia

Deve-se administrar uma dose de 40 mg , cerca de 30 minutos antes da relação sexual e em um período de tempo equivalente a uma hora antes ou duas horas, após as refeições. A dose máxima é de 40 mg por dia.

Informações

Bloqueador do receptor alfa-adrenérgico. A fentolamina, substância ativa , é um bloqueador competitivo não-seletivo dos receptores alfa1 e alfa2-adrenérgicos de ação relativamente curta. Sua ação consiste na vasodilatação e na queda da pressão sangüínea resultante do bloqueio de adrenorreceptores vasculares alfa1 e alfa2 pós-juncionais. Uma liberação neural aumentada de noradrenalina causada pelo bloqueio pré-sináptico de receptores alfa2, pode contribuir com os efeitos inotrópicos e cronotrópicos positivos no músculo cardíaco. Em doses menores, o efeito inotrópico é predominante e há aumento da pressão sangüínea; em doses maiores, a vasodilatação periférica pode prevalecer sobre o efeito inotrópico e ocorre a diminuição da pressão sangüínea. Os efeitos da fentolamina no tratamento da disfunção erétil são decorrentes do bloqueio alfa-adrenérgico nos vasos sangüíneos penianos. A ação da droga consiste no relaxamento da musculatura lisa trabecular cavernosa e na dilatação das artérias penianas, o que permite o aumento do fluxo sangüíneo arterial ao corpo cavernoso, levando à ereção. Ocorre uma ligeira tumefação na glande e no corpo esponjoso.

lisa trabecular cavernosa e na dilatação das artérias penianas, o que permite o aumento do fluxo sangüíneo arterial ao corpo cavernoso, levando à ereção. Ocorre uma ligeira tumefação na glande e no corpo esponjoso.