Bulas de Remédios

As bulas constantes no ER Clinic são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Laboratório

Farmalab

Referência

Diltiazem 30 mg

Apresentação

compr. - emb. c/ 50 compr. de 30 ou 60 mg.

Contra-indicações

O produto é contra-indicado na síndrome do nódulo sinusal, no bloqueio AV 2º e 3º grau exceto em pacientes com marca -passo ventricular funcionante. Em paciente com função ventricular diminuída. Na hipotensão arterial(valor sistólico inferior a 90 mm Hg). Na bradicardia acentuada (pulso inferior a 55 b.p.m.). E também contra-indicado durante a gravidez ou em pacientes com possibilidade de engravidar, no período de lactação e na infância.

Reações adversas / Efeitos colaterais

Reações adversas sérias tem sido raras nos estudos desenvolvidos até o momento, porém deve-se reconhecer que pacientes com função ventricular debilitada e com anormalidade de condução cardíaca têm sido excluídos desses estudos. Em testes clínicos controlados com placebo, a incidência de reações adversas constadas não se apresentou maior no grupo de Diltiazem comparativamente ao placebo. As ocorrências que em seguida relacionamos, observadas em estudos clínicos, podem ser derivadas da farmacologia de inibição do influxo de Cálcio pela droga. Em muitos casos, não se tem estabelecido uma relação entre a droga e esses efeitos adversos. As ocorrências mais comuns são: edema (2,4%), cefaléia (2,1%), náusea (1,9%), tontura (1,5%), erupção (1,3%), astenia (1,2%). Os eventos que passamos a descrever em seguida não excedem a 1%. Cardiovascular - Angina, arritmia, bloqueio AV (de 1º, 2º e 3º graus), bradicardia insuficiência congestiva, rubor, hipotensão, palpitações, síncope. Sistema nervoso - Amnésia, distúrbios da marcha, alucinações, insônia, nervosismo, parestesia, alteração de personalidade, sonolência, zumbido e tremor. Gastrintestinal - Anorexia, constipação, diarréia, alteração do paladar, dispepsia, elevações ligeiras da fosfatase alcalina, SGOT, SGPT e LDH, vômitos, aumento de peso. derm. - Petéquias, prurido, fotossensibilidade, urticária. Outros - Ambliopia, dispnéia, epistaxe, irritação ocular, hipoglicemia, congestão nasal, nictúria, dor osteoarticular, poliúria, dificuldades sexuais. Outros efeitos constatados infreqüentemente na prática clínica com o produto são: alopécia, hiperplasia gengival, eritema multiforme e leucopenia. No entanto, a relação de causa e efeito com esse eventos deve ser estabelecida.

Posologia

Angina pectoris de esforço devida a coronariopatia aterosclerótica ou devida a espasmo arterial coronário: A dosagem deve ser individualizada. Iniciando-se com 30mg, quatro vezes ao dia, antes das refeições e ao deitar-se; a dose deverá ser aumentada gradualmente com intervalos de 1 ou 2 dias até a obtenção de uma resposta adequada. Apesar de, considerando-se as individualidades de cada paciente, haver resposta a vários níveis de dosagem, a dose média adequada parece estar compreenda entre 180 a 360mg/dia. Não há dados disponíveis sobre dosagem em pacientes com disfunção hepática ou renal. Se estes necessitarem da droga, a posologia deve ser definida com cautela. Uso concomitante com outros antianginosos: Nitratos sub-linguais: Podem ser administrados para a interrupção de ataques anginosos agudos, durante o tratamento com Diltiazem. Nitratos profiláticos: Diltiazem pode ser seguro quando administrado com nitratos de curta e longa duração, porém não há estudos controlados para avaliar a eficácia combinação. Beta-bloqueadores: ver restrições e cuidados a serem considerados.

ados para avaliar a eficácia combinação. Beta-bloqueadores: ver restrições e cuidados a serem considerados.