Bulas de Remédios

As bulas constantes no ER Clinic são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Laboratório

Vitapan

Referência

Acido Acetilsalicílico 500mg

Apresentação

compr. infantil 100mg - caixa c/ 200 compr. adulto 500mg - caixa c/ 100

Indicações

Analgésico, antitérmico e antiinflamatório

Contra-indicações

Conhecida hipersensibilidade ao ÁCIDO ACETILSALICÍLICO, a outros salicilatos ou a qualquer componente da fórmula. Na presença da diátese hemorrágica, de úlcera gastroduodenal, nos três últimos meses de gravidez.

Advertências

O tratamento com ÁCIDO ACETILSALICÍLICO deve ser interrompido, pelo menos, uma semana antes de cirurgias, devido ao aumento do tempo de sangramento. _Pacientes com asma brônquica, bronquite crônica, febre do feno ou edema da mucosa nasal (pólipos nasais) podem vir a apresentar crise asmática, edema localizado da pele ou mucosa (edema de Quincke) ou urticária, quando em contato com analgésicos/antiinflamatórios não-esteróides. _Evitar ingestão de bebidas alcoólicas. _Não é aconselhável tomar este produto caso a dor persista por mais de 10 dias ou febre por mais de 3 dias, a menos com orientação médica. Se a dor ou a febre persistirem, se outros sintomas surgirem ou se rubor ou edema estiverem presentes, procurar auxílio médico, pois pode ser indicação de uma condição mais grave. Consulte seu dentista, tão logo for possível em caso de dores de dente. Como qualquer outro medicamento

Uso na gravidez

em caso de gravidez ou amamentação, deve-se consultar o médico antes de tomar AASEDATIL®. Este produto não deve ser usado durante os três últimos meses de gravidez, a menos que orientado pelo médico, com o risco de acarretar problemas ao feto ou complicações durante o parto.

Interações medicamentosas

_Os efeitos dos seguintes medicamentos são intensificados: anticoagulantes; corticosteróides (risco de hemorragia gastrintestinal); antiinflamatórios não-esteróides; álcool; sulfoniluréias; metotrexato; digoxina, barbitúricos e lítio (concentração plasmática); sulfonamidas e suas associações; ácido valpróico. _Os efeitos dos seguintes medicamentos são reduzidos: antagonistas da aldosterona (ex.: espironolactona) e diuréticos de alça; anti-hipertensivos; uricosúricos.

Reações adversas / Efeitos colaterais

Podem ocorrer, ocasionalmente, distúrbios gastrintestinais como náuseas, diarréia, vômitos e leve perda de sangue gastrintestinal que, em casos excepcionais, podem causar anemia. Úlcera gastrintestinal pode ocorrer ocasionalmente e, em alguns casos, com hemorragia e perfuração. _Casos raros de reação de hipersensibilidade como dispnéia e erupções cutâneas podem ocorrer. _Casos isolados de alteração da função hepática (aumento de transaminases) e renal, hipoglicemia e reações graves de pele foram descritos. _Tontura , zumbido e hipoacusia (diminuição do sentido da audição) podem ocorrer como sintomas de superdose, principalmente em crianças e idosos.

Posologia

Crianças: 6 meses a 1 ano: ½ a 1 comprimido (100mg) _1 a 3 anos : 1 comprimido (100mg) _4 a 6 anos : 2 comprimidos (200mg); _7 a 9 anos: 3 comprimidos (300mg); _Acima de 9 anos: 4 comprimidos (400mg). _Até 3 vezes ao dia, de acordo com a idade e o peso. _Adultos: 1 a 2 comprimidos até de 4/4 horas não excedendo a 8 comprimidos por dia. _A partir de 12 anos: 1 comprimido; se necessário, até 3 vezes por dia a cada 4 a 8 horas. Tomar preferencialmente após as refeições.

Características farmacológicas

Como éster do ácido salicílico, o ÁCIDO ACETILSALICÍLICO é uma substância com propriedades analgésica, antipirética e antiinflamatória. Como mecanismo de ação, promove a inibição da enzima cicloxigenase e, portanto, a inibição da produção de prostaglandinas E2 e I2 e do troboxano A2. _É convertido em seu principal metabólico, ácido salicílico, durante e após a absorção. _Metabolismo é limitado pela capacidade de enzimas hepáticas. A ligação às proteínas plasmáticas é dose-dependente (de 66% a 98% de ácido salicílico). Após altas doses, é detectável nos líquidos cefalorraquidiano e sinovial. O ácido salicílico atravessa a barreira placentária e, é excretado no leite. Sua meia-vida de eliminação é dose-dependente (de 2 a 3 horas para baixas doses e 12 horas para doses analgésicas). O ácido salicílico e seus metabólicos são excretados, principalmente, por via renal. - INDICAÇÕES

Uso em idosos, crianças e em outros grupos de risco

Não existem recomendações ou cuidados especiais sobre o emprego em pacientes idosos.

Armazenagem

Conservar o produto em temperatura ambiente (15 - 30°C). Proteger da luz e umidade.

Informações

Este medicamento é indicado como analgésico, antitérmico e antiinflamatório. _Cuidados de Conservação: Conservar o produto em temperatura ambiente (15 - 30°C). Proteger da luz e umidade. _Prazo de validade: 24 meses a partir da data de fabricação (VIDE CARTUCHO). Não use o medicamento com o prazo de validade vencido. _"Informe seu médico sobre a ocorrência de gravidez na vigência do tratamento ou após seu término, e se está amamentando". _É desaconselhável a administração de mais de 8 comprimidos de AASEDATIL® num período de 24 horas. _"Siga a orientação do seu médico, respeitando sempre os horários, as doses e a duração do tratamento". _"Não interromper o tratamento sem o conhecimento do seu médico". _"SIGA CORRETAMENTE O MODO DE USAR, NÃO DESAPARECENDO OS SINTOMAS, PROCURE ORIENTAÇÃO MÉDICA". _Informe ao seu médico caso ocorram, durante o tratamento, reações desagradáveis tais como: cólicas, dores ou desconforto no estômago, azia, indigestão, náusea e/ou vômito. Relata-se a ocorrência de sangramento gastrintestinal com ou sem ulceração, assim como o aparecimento de erupções cutâneas. Tonturas e zumbido podem ocorrer como sintomas de superdose, principalmente em crianças e idosos. _ CRIANÇAS OU ADOLESCENTES NÃO DEVEM USAR ESTE MEDICAMENTO PARA CATAPORA OU SINTOMAS GRIPAIS ANTES QUE UM MÉDICO SEJA CONSULTADO SOBRE A SÍNDROME DE REYE, UMA RARA, MAS GRAVE DOENÇA ASSOCIADA A ESSE MEDICAMENTO. _ "TODO MEDICAMENTO DEVE SER MANTIDO FORA DO ALCANCE DAS CRIANÇAS". _Evite a ingestão concomitante com álcool e drogas como: anticoagulantes; corticosteróides; antiinflamatórios não-esteróides, álcool; sulfoniluréias; metotrexato; digoxina; barbitúricos e lítio; sulfonamidas e suas associações; ácido valpróico; antagonistas da aldosterona e diuréticos de alça; anti-hipertensivos; uricosúricos. Contra-indicações: pacientes alérgicos ao ÁCIDO ACETILSALICÍLICO ou qualquer componente da fórmula, que tenham asma, problemas gástricos, (tais como, pirose, desconforto e dor de estômago) persistentes ou não, ou que tenham úlcera ou problemas de hemorragia, a menos que com orientação médica. - Precauções:(VIDE item Precauções). _"Informe seu médico sobre qualquer medicamento que esteja usando, antes do início, ou durante o tratamento". _Este produto não deve ser usado durante a amamentação e nos três últimos meses de gravidez a menos que orientado pelo médico, com o risco de acarretar problemas ou complicações durante o parto. _ "NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE".

e nos três últimos meses de gravidez a menos que orientado pelo médico, com o risco de acarretar problemas ou complicações durante o parto. _ "NÃO TOME REMÉDIO SEM O CONHECIMENTO DO SEU MÉDICO, PODE SER PERIGOSO PARA A SUA SAÚDE".