Bulas de Remédios

As bulas constantes no ER Clinic são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Laboratório

Teuto

Apresentação

sol. inj. - 0,5% - caixa c/ 05 amp. c/ 2ml sol. inj. - 1% - caixa c/ 01 fr.-ampola c/ 30ml sol. inj. - 1% - caixa c/ 05 amp. c/ 2ml sol. inj. - 3% - caixa c/ 05 amp. c/ 2ml

Indicações

Obliteração (escleroterapia) de varizes gastroesofágicas diagnosticadas por endoscopia (cf. a parte II). Obliteração de varizes e hemorróidas. Consoante a extensão das varizes utilizam-se diferentes concentrações . As diversas concentrações são utilizadas para as seguintes indicações: Aethoxysklerol 0,5%: Escleroterapia de varizes intradérmicas nas vênulas. Obliteração de varizes minúsculas com um diâmetro menor que 1 mm (varizes reticulares tipo raminhas). Aethoxysklerol 1,0%: Obliteração de varizes intradérmicas nas veias centrais, escleroterapia de varizes pequenas com diâmetro de 1 a 3 mm (varizes reticulares). Aethoxysklerol 3,0%: Escleroterapia da varizes de médio a grande calibres, com um diâmetro de 2-8 mm. Escleroterapia de hemorróidas, de preferência de 1º a 2º graus.

Advertências

Um fármaco esclerosante nunca deve ser injetado por via intra-arterial, porque, neste caso, podem surgir necroses gravíssimas, que poderão obrigar a amputação. Caso se verifique um acidente desta natureza, deve-se consultar imediatamente um angiologista. Para todos os fármacos esclerosantes, a indicação para uma escleroterapia na área facial deve ser ponderada criteriosamente, dado que uma injeção intravasal pode causar inversão de pressão nas artérias e, deste modo, dar origem a uma lesão irreversível da vista (cegueira). Na área maleolar só se devem aplicar volumes diminutos do fármaco em baixa concentração, a fim de prevenir eventuais reações excessivas à escleroterapia. Há também que tomar em conta o eventual perigo da uma injeção intra-arterial inadvertida na área maleolar. Todas as concentrações contêm 5% de álcool em volume.

Interações medicamentosas

O polidocanol é um fármaco anestésico local, Com a administração simultânea de narcóticos (anestésicos) existe o perigo de se intensificar a ação dos narcóticos sobre o coração (efeito antiarrítmico). Por isso, após a remoção cirúrgica de varizes centrais só se deve proceder à escleroterapia das varizes laterais ao fim de 1 a 2 dias.

ão dos narcóticos sobre o coração (efeito antiarrítmico). Por isso, após a remoção cirúrgica de varizes centrais só se deve proceder à escleroterapia das varizes laterais ao fim de 1 a 2 dias.