Bulas de Remédios

As bulas constantes no ER Clinic são meramente informativas. Em caso de dúvidas quanto ao conteúdo de algum medicamento, procure orientação de seu médico ou farmacêutico.

Laboratório

Novartis

Apresentação

Comprimidos mastigáveis. Embalagem com 20 comprimidos. Gel. Frascos com 240 mL.

Indicações

Andursil é indicado no alívio de: - Sintomas associados à hiperacidez estomacal (azia), eructações (arroto), queimação-, distensão gasosa, sensação de empachamento e flatulência; • Irritação estomacal provocada por várias causas, como por exemplo, álcool, fumo e medicamentos; • Em casos de gastrite ou úlcera péptica; • Irritação do esôfago, como por ex. as encontradas em esofagite péptica ou hérnia de hiato.

Contra-indicações

Andursil é contra-indicado em casos de hipofosfatemia, doença renal grave com clearance (depuração) de creatinina menor do que 30 mL/min, ou hipersensibilidade a qualquer componente da formulação.

Reações adversas / Efeitos colaterais

Podem ocorrer constipação ou diarréia, neurotoxicidade, osteoporose, síndrome de depleção de fósforo e hipermagnesemia. Em insuficiência renal, podem ocorrer níveis sangüíneos elevados de alumínio e magnésio. O uso de altas doses por tempo prolongado pode levar à deposição de alumínio e magnésio nos tecidos nervoso e ósseo e à depleção de fosfato, com subseqüente raquitismo e osteomalácia.

Posologia

Deve-se administrar 1 a 2 comprimidos ou 1 ou 2 colheres de chá (5 a 10 mL) de gel, de preferência 1 hora após as refeições. Em caso de úlcera péptica, recomenda-se uma dose adicional ao deitar. Os comprimidos devem ser mastigados vagarosamente.

Informações

Andursil é um antiácido que exerce uma rápida e prolongada ação neutralizante sobre o excesso de ácido clorídrico (no estômago). A capacidade para neutralizar a acidez gástrica permite alcançar o pH desejado (3 a 5) para o tratamento da hiperacidez sem desencadear uma hipersecreção secundária de ácido clorídrico. A dimeticona, agente antiespumante, evita o acúmulo excessivo de gases no estômago e também melhora os sintomas provocados pela distensão gasosa e pela flatulência. O hidróxido de alumínio é praticamente insolúvel, mas é convertido parcialmente em compostos solúveis em meio ácido no trato gastrintestinal. Conseqüentemente, uma pequena quantidade de alumínio é absorvida e ocorre um aumento dosedependente de alumínio sangüíneo, que é completamente compensado pela excreção renal, em pacientes com função renal normal. O hidróxido de alumínio não absorvido é excretado nas fezes. No estômago, o carbonato de magnésio transformase em cloreto de magnésio, que é parcialmente absorvido e excretado na urina, quando a função renal é normal. A dimeticona não é absorvida.

ido é excretado nas fezes. No estômago, o carbonato de magnésio transformase em cloreto de magnésio, que é parcialmente absorvido e excretado na urina, quando a função renal é normal. A dimeticona não é absorvida.